É carnaval e agora, sua fantasia tem plástico?

Todo ano, o Carnaval leva multidões às ruas de centenas de cidades Brasil adentro. E na sequência da folia, uma maré assustadora de lixo fica quando já não sobra mais foliãs e foliões pra cantar.

 

Já é 2020 e temos bastante informação sobre o destino dos resíduos sólidos no país e – felizmente – já pintam muitas alternativas que não deixam estragar a farra, mas protegem o meio ambiente.

Das alternativas que já correm por aí e já estão na boca e na prática de muitos carnavalescos conscientes são:

– BIOGLITTER

O glitter convencional é feito de alumínio e plástico PET (polietileno tereftalato), um material que leva centenas de anos para se decompor. Pra quê produzir ainda mais microplástico, não é mesmo?

Tem tantos outros jeitos de brilhar!

O bioglitter é feito de celulose ou filme biodegradável e colorido por extratos minerais e vegetais. São melhores até para evitar alergia.

Brilhemos o ano inteiro, sem ofuscar os oceanos!

 

– COPO REUTILIZÁVEL

Copinho plástico é tão século passado! Sai dessa! Cada um leva seu copo/caneca pendurado na pochete e verás quanto resíduo poupado na quarta-feira de cinzas.

 

– ECOCANUDO

Cabe em qualquer pochete, vai! Para tomar aquela água de coco e hidratar embaixo do sol quente, deixe o canudinho plástico de fora dessa relação.

 

– SE VAI DE CERVEJA, VAI DE LATA!

O alumínio tem muito mais valor na cadeia de reciclagem do que outros materiais, como o vidro, por exemplo. Opte pelas latas e dê destino certo a elas.

(Uma pausa aqui para agradecer os catadores e as catadoras de alumínio que são verdadeir@s anjos pra nós sempre, mas mais ainda durante o carnaval! Obrigada e uma salva de palmas!!)

 

– CONFETE DE FOLHA SECA

Jogar papel no chão não faz sentido nenhum durante qualquer época do ano. Por que no carnaval pode? Não pode também, né? É óbvio! Faça seu próprio confete com folhas secas e furador! Biodegradáveis, naturais, não vão entupir bueiros, poluir águas e gerar mais lixo.

 

Agora vamos falar de um ponto que ainda se evita: AS FANTASIAS!

Tecidos sintéticos, plástico, poliéster, penas de animais… e por aí vamos ladeira abaixo!

É muito resíduo antes, durante e depois do Carnaval. Fora que existe um péssimo hábito entre os foliões de que não se pode repetir fantasia. Se prefere não repetir, a melhor alternativa é trocar com @s amig@s! Agite um bazar de carnaval para trocar peças! Todo mundo sai ganhando e a gente joga menos resíduo fora. Reaproveitar é a máxima e o máximo! 😉

Você também pode fazer uma fantasia upcycling misturando peças e acessórios do seu próprio guarda roupa! Pega aquela peça parada o ano inteiro, que você sempre acha que vai usar, mas não usa nunca e transforme-a com toda sua criatividade. A gente sabe que você tem!

Existem algumas marcas que apostam em criar novos modelos a partir de aparas de tecidos e resíduos da indústria de modelagem, como a Re-roupa, procure saber!

Se toda ideia de fantasia que você imagina se materializa em algo com plástico o que você pode fazer é: reaproveitar! Use coisas que iriam para o lixo. Ou então, que tal dar um pulo na sede da escola de samba do seu bairro para ver o que tem de material sobrando por lá? Pode ter certeza que eles jogam muuuita coisa útil fora!

A bola tá com a gente!

É mais que tempo de nos responsabilizarmos por tudo que consumimos e estarmos cientes de que todo esse consumo tem impacto no planeta.

Use e abuse de cores, de alegria e de fantasia!

Vestir-se de boas energias é fundamental! Faz bem para a sociedade, faz bem para o meio ambiente e faz bem para você!

E não custa reforçar: quem bebe não dirige, hein? Chama o app de carro, vai de ônibus, espera o metrô abrir. Qualquer alternativa vale mais do que colocar vidas em risco!

Bom carnaval para todo mundo!!!

— NÃO É NÃO —

Block "cta-elimine-plastico" not found

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *