10 dicas de saúde em tempos de Coronavírus

Hoje, 7 de abril, é o Dia Mundial da Saúde. Esse é o tema mais abordado no mundo todo desde o início do ano, com a propagação do Coronavírus se intensificando a cada dia. Segundo os números da Universidade Johns Hopkins, a Covid-19 (doença causada pelo Coronavírus) já foi detectada em 182 países, ultrapassando 1 milhão de infectados.

Uma doença nova para a qual existem pouquíssimas respostas, cuja vacina será autenticada daqui anos e que colocou 1/3 da população confinada dentro de casa.

Até quando?

O que devo fazer?

E se eu pegar?

Meu emprego está garantido?

Como vai ser?

E nossa saúde mental diante de tantas incertezas?

Esse cenário é propício para gerar muita ansiedade, prejudicar nosso sono, atrapalhar nossa alimentação e nossa rotina como um todo. O primeiro e mais importante passo é reconhecer a situação como atípica e estressante e que é normal (e esperado) gerar ansiedade e tristeza. Esse medo e acúmulo de incertezas são engrenagens para uma exaustão mental e perceber isso agora é muito importante.

Estamos vivendo um momento que exige conversas mais profundas e acompanhamento emocional, seja individual, seja com amig@s e familiares, seja com profissionais. Estamos tod@s passando por isso junt@s.

Os rituais são um poderoso mecanismo humano para gerenciar emoções e crises extremas. É nisso que devemos nos apoiar neste momento.

Os rituais diante da perda, no caso, nossa rotina padrão (em alguns casos outras coisas mais) podem nos ajudar a sentir menos tristeza. Os rituais com as famílias podem nos fazer sentir mais próximos, e rituais com nossos parceiros e amigos podem reforçar nosso compromisso um com o outro. Um exemplo prático de ritual é a própria rotina do dia a dia, que pode nos ajudar a sentir menos tristeza.

Felizmente, nós possuímos mecanismos de enfrentamento fortes o suficiente para superar todas essas dificuldades.

Separamos alguns passos para você cuidar da sua saúde mental durante (e depois!) da pandemia.

Tenha uma rotina

É importante ter o tempo pra trabalhar, para descansar, para lazer, para cozinhar, comer, se exercitar. Cada qual no seu tempo, manter o equilíbrio entre todos os seus afazeres é fundamental para diminuir o impacto do isolamento.

A rotina adaptada pode restaurar o senso de controle sobre nossas vidas.

 

Cuide do seu sono

Pratique a higiene do sono. Evite alimentos pesados no jantar, não consuma alimentos e bebidas estimulantes (como café, açaí, chocolate) a partir do período da tarde, tenha horário para dormir, não fique lendo notícias antes de deitar, desligue o celular.

Se precisar de algum incentivo para embalar no sono, opte pela leitura ou por músicas relaxantes, como mantras e sons da natureza.

 

Pratique exercícios

O exercício libera endorfinas pelo corpo e são ótimas para reduzir a dor e melhorar o humor.

Reserve, pelo menos, 15 minutos por dia para movimentos de alongamentos, aeróbicos e musculares. Isso vai trazer um pouco de agito para sua rotina de trabalho em casa, fazer suar e circular energia!

Se alimente bem

Aproveite a deixa para se aventurar na cozinha com receitas novas. Revele @ chef que há em você! Mantenha firme o sistema imunológico com opções variáveis de alimentos com alto teor nutricional.

Não esqueça de lavar bem todos os alimentos com água e sabão. E, de preferência, consuma de pequenos produtores orgânicos. Já que esses têm sua renda comprometida em tempos de crise.



Tome sol

Vá pra perto da janela, saia na varanda ou no quintal. A recomendação geral da OMS (Organização Mundial de Saúde) é de que devemos nos expor ao sol por pelo menos 30 minutos ao dia.

O sol é pura energia, revigora. Além de ser fonte de Vitamina D, nos fortalece.

 

Encontre sua família e seus amigos virtualmente

Mantenha (se possível, aumente) o contato com sua família. Neste período de extrema vulnerabilidade, estreite os laços com quem você ama. Aproveite que a tecnologia nos auxilia com isso. Faz uma videochamada e acabe com a sensação de estar só.

Um cuidado especial àqueles que moram sozinh@s. Mantenha os almoços de domingo e as festas de aniversário de pé, mas de forma virtual 😉

Estar perto (mesmo que longe) das pessoas que te trazem segurança é fundamental.

 

 

Leia

A leitura pode transportá-l@ para outro mundo, onde você pode estar totalmente imerso em algo além da sua realidade diária. Quer chance melhor de sair de casa sem sair de casa?
Devore aquele Neruda que você ganhou e nunca leu…

 

 

Sem excesso de notícias

Procure informações e atualizações uma ou duas vezes ao dia evitando o “bombardeio desnecessário” e sempre de fontes seguras. Investigue fontes, fatos. Evite compartilhar boatos por correntes de whatsapp.

Respeite seus limites. Mas lembre-se que informação de qualidade e séria é importantíssimo para se estabelecer na conjuntura.

Afastar-se um pouco das redes sociais, para aqueles que já tem propensão à ansiedade, também pode ser necessário. Silencie perfis e grupos que estejam sobrecarregando o feed com notícias ruins.

 

Se coloque um desafio

Proponha-se a aprender algo diferente ou resolver alguma pendência que você sempre postergou por quaisquer motivos.

Ao concluir, vai levar uma boa lembrança com você.

E insira uma coisa prazerosa em seu dia a dia. Algo que você nunca faz.

 

 

Aprenda mais sobre si

O autocuidado é fundamental para nossa vida. Muitas vezes passam despercebidos com nossas rotinas agitadas. Mas o momento nos pede uma pausa para entendermos quais presentes podemos nos dar nesta fase da vida. Os presentes mais especiais que incluem reflexão, silêncio e autoconhecimento.

 

 

Cuidemos-nos assim!

Se você mesmo assim continuar enfrentando uma ansiedade ou medo muito fortes, não hesite em procurar apoio psicológico. Diversos terapeutas estão atendendo remotamente. Em tempos de pandemia, cuidar de si não é apenas prevenir a doença, mas também cuidar do nosso corpo e da nossa mente.

Essas são recomendações da OMS com incrementos nossos! =) Esperamos que ajude. E que fiquem bem. Tudo isso vai passar e estaremos junt@s em um planeta melhor. Estejamos sãos e fortes para esse novo que virá!

Cuidem-se.
#fiqueemcasa

Fonte: NY Times e BBC

Saiba mais sobre o Coronavírus aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *